Vale tem superávit de US$ 196 milhões no primeiro mês do ano, diz União

A RMVale começou o ano de 2020 com saldo positivo de US$ 196,1 milhões na balança comercial, tendo exportado US$ 628,3 milhões e importado US$ 432,2 milhões no primeiro mês do ano. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Economia.

No entanto, as boas notícias terminam aí.

O superávit foi 34% menor do que o registrado em janeiro de 2019, de US$ 296 milhões. Também houve queda nas exportações e nas importações, respectivamente com -26% e -22%.

A região exportou US$ 847,2 milhões e importou US$ 551,1 milhões em janeiro do ano passado.

O volume exportado em janeiro de 2020 (US$ 628,3 milhões) é o menor para um único mês desde julho de 2018, quando a região vendeu US$ 602,8 milhões.

Em dezembro do ano passado, as empresas do Vale exportaram US$ 1,02 bilhão, com recorde para o ano de US$ 1,37 bilhão em abril.

Com exceção de São Sebastião e Guaratinguetá, que aumentaram as exportações em 19% e 2% na comparação com janeiro de 2019, as oito cidades que mais vendem ao exterior reduziram as exportações no mesmo período.

Maior exportadora do Vale, São José dos Campos registra queda de 6% nas vendas ao exterior em janeiro de 2020 na comparação com o mesmo mês do ano passado. A cidade exportou US$ 216,9 milhões no primeiro mês deste ano contra US$ 230,4 milhões.

Maior exportadora de petróleo, Ilhabela caiu 49% nas vendas: US$ 171 milhões contra US$ 337,3 milhões.

As demais cidades do ‘Top 10’ das exportações também caíram: Taubaté (-49%), Jacareí (-11%), Pindamonhangaba (-30), Caçapava (-38%), Cruzeiro (-54%) e Lorena (-66%).

No geral, 20 cidades do Vale do Paraíba registraram exportações em janeiro deste ano, contra 17 no mesmo mês do ano passado. Quantos às importações, 20 municípios da região compraram no exterior no começo deste ano contra 21, no ano passado.

Do total de 24 cidades do Vale que venderam ou compraram no exterior em janeiro, 12 anotaram superávit na balança comercial. Em janeiro de 2019, foram 23 cidades comercializando no exterior, com sete registrando superávit e 16, fechando o mês com déficit.

Ilhabela e São José têm maior superávit do Vale; Guará e Taubaté anotam déficit

Ilhabela teve o melhor superávit em janeiro de 2020 do Vale: US$ 171 milhões, mas com queda de 49% frente ao saldo positivo de US$ 337,2 milhões de janeiro de 2019. São José dos Campos ficou com o segundo melhor superávit no mês, com US$ 143,3 milhões, com aumento de 5,7% para o superávit do começo de 2019, de US$ 135,6 milhões.

Com US$ 5,65 milhões de superávit, Jacareí perdeu saldo na comparação com janeiro de 2019, quando teve US$ 7,53 milhões. A queda foi de 25%.

Pindamonhangaba tem o quarto maior superávit: US$ 3,03 milhões, 81% a menos de janeiro de 2019, de US$ 15,6 milhões. Guaratinguetá e Taubaté registraram os maiores déficits em janeiro de 2020: US$ -52,2 milhões e US$ -39,9 milhões.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime