Transporte registra aglomeração em 1º dia útil da fase de transição

O estado de São Paulo vive, nesta segunda-feira (19), o primeiro dia útil da nova fase de transição do plano de flexibilização econômica. Mais uma vez, houve movimento intenso de passageiros na Estação da Luz da CPTM, na região central da cidade. Durante todos os dias da semana passada, na fase vermelha, o transporte público teve intensos pontos de aglomeração de passageiros.

O governo de São Paulo criou uma nova fase do plano de flexibilização da quarentena, entre a vermelha e a laranja, e autorizou a abertura de comércios e atividades religiosas em horários reduzidos de funcionamento. Com a mudança, shoppings e lojas de rua, que só eram autorizadas a abrir a partir da fase laranja, vão poder operar. O toque de recolher, das 20h às 5h, foi mantido.

A nova etapa está programada para ficar em vigor até a próxima sexta-feira (23). A previsão é que, a partir de sábado (24), a abertura se estenda para o setor de serviços.

Nesta nova etapa, São Paulo terá o retorno seguro e gradativo das atividades presenciais, toque de recolher, teletrabalho para atividades administrativas e escalonamento da entrada e saída de atividades. Na fase de transição, a taxa de ocupação permitida nos estabelecimentos comerciais é de 25%.

As atividades comerciais podem funcionar das 11h às 19h. Nesse período, atividades religiosas também poderão funcionar, com restrições. Em um segundo momento, entre os dias 24 e 30 de abril, mais atividades poderão ser retomadas.

Entre os serviços gerais, restaurantes, salões de beleza, barbearias e atividades culturais podem abrir das 11h às 19h. As academias poderão abrir das 7h às 11h e das 15h às 19h. Todo o Estado continua seguindo uma regra única.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime