Sem Moro, Bolsonaro cresce, mas Lula ainda lidera todos cenários

Nova pesquisa Quaest, encomendada pela Genial Investimentos, divulgada na madrugada desta quinta-feira (7) mostra que Jair Bolsonaro (PL) foi o que mais cresceu após a desistência de Sergio Moro (União Brasil) deixar a disputa à Presidência. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue na liderança de todos os cenários.

Na pesquisa estimulada sem Moro, Bolsonaro herda 5 pontos percentuais de seu ex-ministro, passando dos 26% da pesquisa divulgada em 16 de março para atuais 31%. Lula sobe 1 ponto nesse cenário, passando de 44% para 45%. Ciro Gomes (PDT), perdeu um ponto mesmo com a saída de Moro, oscilando de 7% em março para 6%. João Doria (PSDB) mantém os 2% da pesquisa anterior, assim como André Janones (Avante).

Simone Tebet (MDB) e Vera Lúcia (PSTU) ficam com 1%. Os demais candidatos não pontuam. No total, a intenção de votos na chamada terceira via cai 7 pontos percentuais sem Moro na disputa, passando de 19% somados em março para 12%.

Em um cenário alternativo, sem Tebet e Doria, Janones aparece com 3% das intenções de voto enquanto Lula cai um ponto percentual chegando a 44%. Bolsonaro manteve. No cenário sem Vera Lúcia, Doria e Janones, Tebet e Ciro crescem um ponto e Lula chega a 46%. Bolsonaro fecha com 32%.

No último cenário, com Eduardo Leite (PSDB), Ciro, Bolsonaro e Lula. Os candidatos atingem 2%, 7%, 31% e 46%, respectivamente.

Pesquisa ainda testou cenário com Moro
Diante da indefinição na terceira via, com partidos prometendo lançar uma candidatura única, a Quaest ainda inclui Moro em dois cenários.

Em um dos quadros, Lula mantém os 44% da sondagem anterior e Bolsonaro sobe 3 pontos, passando para 29%. Moro oscila de 7% para 6% e Ciro Gomes de 7% para 5%. André Janones marca 3%. João Doria e Simone Tebet marcam 1% cada.

No outro cenário estão presentes, além de Moro, apenas Lula, Bolsonaro, Ciro e Doria. Lula volta aos 45% e Moro cresce um ponto.

Pesquisa Quaest
Votos válidos: Lula mantém vitória no primeiro turno
Mesmo com a desistência de Moro e transferência de votos para Bolsonaro, Lula venceria a disputa no primeiro turno, com 51,1% dos votos válidos no principal cenário estimulado. Entre todos os cenários pesquisados, o petista varia de 44% a 46% e Bolsonaro entre 29% e 31%.

A pesquisa ouviu 2 mil eleitores, face a face, entre os dias 1 e 3 de abril. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos e o índice de confiança de 95%.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime