Russomanno recua mais e empata em 2º com Boulos e França; Covas vai a 28% e se isola em 1º, diz Datafolha

O deputado federal Celso Russomanno (Republicanos), candidato à prefeitura de São Paulo, minimizou os números da pesquisa Datafolha divulgada hoje (5). Ele sofreu uma nova queda nas intenções de voto, recuando quatro pontos, de 20% para 16%.

Dessa forma, passou a dividir o segundo lugar com os candidatos Guilherme Boulos (Psol), com 14%, e Márcio França (PSB), com 13%, já que a margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou menos.

Russomanno ressaltou o apoio de Jair Bolsonaro (sem partido) na propaganda eleitoral da televisão. “O Bolsonaro entra no ar essa semana e não tenho dúvida de que isso traz para nós o eleitorado que acredita nele, mais o eleitorado que tenho. Com certeza vamos ter uma amostragem melhor a partir do programa eleitoral com a presença dele”, afirmou, em entrevista ao programa Brasil Urgente, da Band.

Questionado pelo apresentador José Luiz Datena se os adversários Guilherme Boulos e Márcio França causam alguma preocupação, o candidato respondeu:

“Vou com o Bruno Covas para o segundo turno. E aí a eleição é outra, com o mesmo tempo de televisão. Temos pouco tempo com relação ao Bruno, gastamos menos na campanha, por volta de 10% do que ele gastou. Quando o tempo de televisão for igual para os dois, além dos debates, e eu vou em todos, seremos os vencedores.”

Russomanno disse ter apoio na periferia da capital paulista. “Temos uma votação muito grande nos cantos da cidade. Os números são maiores do que esses [do Datafolha] nas periferias, na população de mais baixa renda”, pontuou, sem apresentar dados.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime