Risco de surto de covid-19 em Tóquio 2020 é zero, diz chefe do COI

A uma semana da cerimônia de abertura de Tóquio 2020, o presidente do COI (Comitê Olímpico Internacional) disse nesta sexta-feira (16) que o risco de um surto de covid-19 é zero. A declaração de Thomas Bach acontece no momento em que a capital japonesa registra a maior alta de casos de infecção em seis meses.

Tóquio apontou 1.308 novos casos de infecção pelo novo coronavírus. Desde o começo da pandemia, foram mais de 185 mil casos, sendo 2.250 mortes só na capital.

“O risco para os residentes na Vila Olímpica e para a população japonesa é zero”, disse Bach, em encontro com a governadora de Tóquio, Koike Yuriko, e a presidente de Tóquio 2020, Seiko Hashimoto.

O chefe do COI aposta no sucesso de medidas preventivas para conter a contaminação do novo coronavírus. Segundo o dirigente, os atletas e as delegações olímpicas realizaram mais de 8 mil testes de detecção da covid-19.

A postura de Bach tem gerado crítica entre os japoneses contrários a realização dos Jogos Olímpicos. O jornal Asahi Shimbun publicou nesta sexta um editorial o qual classificou a postura do mandatário como “chocante e ultrajante”.

No caso mais recente de infecção por coronavírus, um membro da delegação nigeriana, que não teve nome divulgado, foi internado em Tóquio. Segundo a imprensa local, o caso é considerado leve.

Mensagem de paz

Bach aproveitou a visita ao Japão para ir até Hiroshima, junto com Nagasaki, uma das cidades atingida pela bomba atômica na Segunda Guerra Mundial. Em uma cerimônia discreta, ele reforçou a mensagem de paz que os Jogos Olímpicos levam para um país.

“Em sete dias a partir daqui, as delegações vão mandar uma mensagem de solidariedade ao Japão e ao mundo. Nós precisamos de mais solidariedade entre as sociedades. Sem isso, não chegaremos à paz”, disse Bach. “Desse modo, os Jogos Olímpicos e Paralímpicos serão uma mensagem de esperança.”

Deixe comentário

× Fale com a Showtime