Rio, SP, BH e Curitiba podem ter recorde de calor nesta sexta

O calor que toma conta do país pode provocar temperaturas máximas recorde em várias capitais, como Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte e Curitiba, segundo dados da Climatempo.

A cidade de São Paulo poderá registrar um novo recorde histórico de calor, superando a marca de 37,8°C do dia 17 de outubro de 2014.

O Rio pode ter o dia mais quente do ano, com temperatura chegando a 42ºC, muito próxima do recorde histórico de calor é de 43,2°C, em 26 de dezembro de 2012. O recorde atual de calor para o ano de 2020 para a cidade do Rio é de 40,2°C, no dia 27 de setembro, verificado na Marambaia.

Belo Horizonte também deve atingir a maior temperatura do ano, superando os 36,5ºC. Pelas medições do Instituto Nacional de Meteorologia, o recorde histórico de calor é 37,4°C em 22 de outubro de 2015.

Curitiba também poderá estabelecer novo recorde histórico de calor, superando a temperatura de 35,2°C em 17 de novembro de 1985. A previsão para esta sexta é de máxima de 36ºC na capital paranaense.

Ainda segundo a Climatempo, nesta sexta-feira as temperaturas de 40°C a 44°C poderão observadas e áreas dos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Pará, Tocantins, Piauí, Maranhão, Bahia, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná.

As capitais Rio de Janeiro e Belo Horizonte podem ter o dia mais quente de 2020 até agora, com uma temperatura muito próxima do recorde histórico de calor.

 

Deixe comentário

× Fale com a Showtime