Rio mantém restrições do comércio e serviços até o dia 22 de março

O prefeito do Rio de Janeiro (RJ), Eduardo Paes, ampliou até o dia 22 de março as restrições impostas para conter a pandemia do novo coronavírus na capital fluminense. As determinações valem a partir das 0h desta sexta-feira (12).

Conforme o decreto publicado no Diário Oficial do Município, fica proibida a permanência de indivíduos em vias, áreas e praças públicas das 23h às 6h. Também estão vetados eventos, festas e atividades transitórias em áreas públicas e particulares, incluindo as rodas de samba.

De acordo com a decisão, o setor de serviços pode operar das 8h às 17h, o comércio das 9h às 19h e a administração pública das 10h30 às 21h. O decreto estabelece ainda que todas as atividades econômicas com atendimento presencial terão limitação de circulação de público de 45% da capacidade.

Bares, restaurantes, quiosques e estabelecimentos congêneres, poderão funcionar até às 21h. Após esse horário, a operação fica limitada para entrega a domicílio, drive thru, e entrega rápida com retirada do produto no estabelecimento, permanecendo vetado o consumo dentro dos ambientes.

De acordo com a prefeitura, A manutenção das restrições leva em conta “o crescimento do número de casos, de óbitos, a manutenção de níveis altos de incidência de Síndrome Respiratória Aguda Grave – SRAG, alta positividade de testes e a sobrecarga de hospitais”.

Até quarta-feira (10), foram registradas 4.636 autuações (multas e interdições a estabelecimentos, não utilização de máscaras, aglomerações, infrações de trânsito, reboques, encerramento de feiras, apreensões de mercadorias de ambulantes), 378 multas a estabelecimentos e 37 interdições na capital fluminense pelo descumprimento das mediadas de restrição.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime