PT procura diminuir o número de debates eleitorais, diz jornalista

O Partido dos Trabalhadores (PT) – que lidera as pesquisas presidenciais com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) – passou a defender uma diminuição no número de debates eleitorais.
Caciques da sigla afirmam que a quantidade de debates televisionados é ‘enorme’ e pode crescer ainda mais nos próximos meses. Com isso, os dirigentes acreditam que esse acréscimo resultará numa diminuição do tempo para campanhas de rua e viagens pelo Brasil.

Nos últimos debates presidenciais, em 2006, o ex-presidente faltou ao último debate do primeiro turno realizado pela Rede Globo. A ausência do metalúrgico foi explorada por seu principal adversário, o então candidato Geraldo Alckmin – hoje, seu provável vice na chapa presidencial.
Segundo informações do jornal Folha de S.Paulo, o partido já solicitou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) oito inserções de televisão entre os dias 12 de maio e 20 de junho. A intenção é reforçar a pré-campanha de Lula.

O principal lema da sigla será a “felicidade” e o “orgulho” do país nos anos em que o partido governou o país.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime