Promessa de Ortiz, criação do Corpo de Bombeiros Municipal não sairá do papel

Prometida na eleição de 2016 pelo prefeito de Taubaté, Ortiz Junior (PSDB), a criação do Corpo de Bombeiros Municipal não sairá do papel.

Dados obtidos pela reportagem com base na LAI (Lei de Acesso à Informação) apontam que essa promessa já havia sido descartada ainda em 2013, no primeiro ano do primeiro mandato do tucano.

Mesmo assim, a promessa foi registrada no plano de governo entregue por Ortiz à Justiça Eleitoral em 2016, quando o prefeito foi reeleito.

DATAS.

Questionado esse ano pela reportagem, por meio do Departamento de Comunicação Social, o governo Ortiz alegou inicialmente que a promessa havia sido arquivada para ser substituída por outra ação no setor.

“A princípio seriam criados cargos de bombeiros municipais, porém, após estudo de impacto econômico, constatou-se que seria dispendioso para o município a criação de tais cargos. Assim, foi realizado um chamamento interno, para que servidores municipais se voluntariassem a passar por uma análise técnica do perfil junto ao Corpo de Bombeiros da Policia Militar para exercer a função de Bombeiro Municipal”, informou o governo Ortiz, em nota.

No entanto, dados obtidos pela reportagem via LAI mostram que todas as ações citadas na resposta ocorreram ainda em 2013. O estudo de impacto financeiro, por exemplo, foi finalizado em agosto daquele ano – a conclusão foi de que a criação do Corpo de Bombeiros Municipal, com 14 cargos, custaria R$ 289 mil.

O chamamento interno citado esse ano pelo governo Ortiz também foi realizado em 2013. Desde então, 14 servidores passaram por treinamento, sendo que 10 deles “estão exercendo suas atividades junto ao Corpo de Bombeiros da Polícia Militar”, informou a gestão tucana – eles atuam na corporação, cedidos pela Prefeitura.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime