Produção industrial cresce pelo sexto mês em outubro, diz IBGE

A produção industrial brasileira cresceu pelo sexto mês consecutivo em outubro, de acordo com a PIM (Pesquisa Industrial Mensal), divulgada nesta quarta-feira (2) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O indicador registrou alta de 1,1% frente a setembro.

Segundo o IBGE, em seis meses de alta, o crescimento acumulado foi de 39%, eliminando a perda de 27,1% acumuladas entre março e abril, justamente os dois primeiros meses em que a pandemia assolou o setor.

Considerando o crescimento de 39% em seis meses, a produção de veículos foi o setor que mais se destacou, crescendo 1.075,8% no período. Vale lembrar que várias plantas simplesmente pararam a linha de produção, o que tornou a base de comparação baixa. No entanto, ainda está 9,1% abaixo do patamar de fevereiro, antes da pandemia.

Comparação com setembro
Na relação mensal, o setor de veículos automotores se expandiu em 4,7%. Outros destaques positivos foram metalurgia (3,1%), produtos farmoquímicos e farmacêuticos (4,5%), máquinas e equipamentos (2,2%), produtos de metal (2,8%), couro, artigos para viagem e calçados (5,7%), produtos de minerais não-metálicos (2,3%), confecção de artigos do vestuário e acessórios (5,0%) e produtos de borracha e de material plástico (2,1%).

Em contrapartida, os setores que tiveram queda na produção foram produtos alimentícios (-2,8%) e as indústrias extrativas (-2,4%).

Apesar do resultado positivo de maio a outubro, a indústria ainda está 14,9% abaixo do nível recorde alcançado em maio de 2011.

Houve crescimento de 0,3% no setor em comparação a outubro de 2019 e queda de 6,3% de janeiro a outubro. Nos últimos 12 meses, o indicador acumula queda de 5,6%

Deixe comentário

× Fale com a Showtime