Prestes a adotar restrições, interior de SP tem falta de vaga em UTI

A ocupação de UTIs volta a atingir índices acima de 90% em muitos estados e cidades do país. No interior de São Paulo, já faltam vagas em hospitais.
Em um posto de saúde em Brodowski, interior de São Paulo, é em leitos improvisados, que há cinco dias os pais de Lucas Samuel Salata esperam vaga em hospital. O casal foi diagnosticado com a covid 19. “Ela estava pedindo para ser entubada”, disse o jovem, emocionado, sobre a mãe.
A ocupação de leitos de UTI no estado de São Paulo voltou a ficar acima dos 80%. No interior, a situação é um pouco mais grave. O Hospital das Clinicas, que recebe pacientes de 26 cidades, hoje está com os 78 leitos ocupados.

A falta de vagas em utis para pacientes com covid já é registrada em boa parte do país. Os estados de Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio de Janeiro e Piauí registram os maiores índices de ocupação. Seguidos de Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Bahia, Paraíba e Tocantins No Maranhão, a taxa estadual não foi calculada. mas na capital São Luís o número chega a 90%.

Na região de Ribeirão Preto, 16 cidades adotam a partir desta quinta-feira (26) um sistema com medidas mais restritivas. Hoje, houve fila em supermercados para comprar comida.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime