Prefeitura de São José arrecadou R$ 56 milhões que o esperado até agosto

A Prefeitura de São José dos Campos arrecadou R$ 56 milhões a menos do que o esperado nos primeiros oito meses de 2020.

O balanço foi apresentado em audiência pública realizada essa semana na Câmara.

A previsão era de que, de janeiro a agosto, a arrecadação fosse de R$ 1,827 bilhão, mas ficou em R$ 1,771 bilhão – ou seja, 3,1% a menos.

Já a comparação entre as despesas orçadas e realizadas aponta uma redução de 8%, equivalente a R$ 140,7 milhões: o gasto previsto no período era de R$ 1,759 bilhão, mas o realizado ficou em R$ 1,618 bilhão.

MENOS.

Entre as receitas que apresentaram maior variação negativa está o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), que apresentou redução de 10,2% – de R$ 642,1 milhões orçados para R$ 576,8 milhões arrecadados.

Queda também no ISS (Imposto Sobre Serviços) devido ao adiamento da cobrança em virtude da crise econômica causada pela pandemia. Foram R$ 221,1 milhões de receita realizada para R$ 241,5 milhões de receita prevista, uma diferença de 8,4% a menos.

O IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) foi outra taxa que apresentou desempenho menor que o previsto e encerrou o período com variação negativa de 5,8% ao arrecadar R$ 122,5 milhões contra R$ 130 milhões projetados. Apenas o IPTU (Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana) não sofreu variação.

MAIS.

Por outro lado, os repasses dos governos federal e estadual para uso em ações de combate ao coronavírus ajudaram no resultado do balancete.

O repasse para o SUS (Sistema Único de Saúde), por exemplo, teve aumento de 43,7%, comparando-se o valor previsto de R$ 96,4 milhões e a receita realizada de R$ 138,6 milhões.

Além disso, o município também recebeu verba extra da União para livre uso, no valor de R$ 64,2 milhões.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime