Pfizer diz que vacina contra covid-19 é segura e tem 95% de eficácia

A farmacêutica Pfizer anunciou hoje que a vacina contra covid-19, elaborada em parceria com a empresa alemã BioNTech, é segura e tem 95% de eficácia. Essa é a conclusão da terceira fase de testes. Antes, dez dias atrás, as empresas tinham divulgado um resultado parcial, que apontava para 90% de eficácia.

Segundo os dados da Pfizer, a vacina previne as formas mais leves e graves da covid-19. E manteve praticamente mesma taxa de eficácia para idosos, chegando a 94%.

A terceira fase da vacina Pfizer/ BioNTech envolveu cerca de 44 mil voluntários, sendo que só metade recebeu vacina. A outra metade recebeu uma injeção de placebo, como é padrão nessa etapa. Quando 170 voluntários tiveram covid-19, o estudo foi aberto e revelou que 162 daquelas pessoas não tinham tomado vacina, apenas o placebo. Já a grande maioria dos vacinados ficou livre de covid-19

Pfizer e BioNTech disseram que a eficácia da vacina foi consistente em todas as idades, raças e etnias. O evento adverso sério mais comum foi fadiga, com 3,7% dos voluntários relatando cansaço após tomarem a segunda dose da vacina.

Próximos passos
O próximo passo das empresas será pedir uma autorização de emergência para FDA (Food and Drugs Administration), agência reguladora de medicamentos dos Estados Unidos. A Pfizer disse que isso será feito “dentro de alguns dias”.

Se todas informações da Pfizer forem confirmadas, o desenvolvimento da vacina quebrará todos os recordes de velocidade, pois é um processo que geralmente leva anos.

“Os resultados do estudo marcam um passo importante nessa jornada histórica de oito meses para apresentar uma vacina capaz de ajudar a acabar com essa pandemia devastadora”, disse o Dr. Albert Bourla, presidente-executivo da Pfizer, em um comunicado.

A Pfizer também anunciou que pode ter até 50 milhões de doses disponíveis até o final do ano. E conseguiria produzir até 1,3 bilhão até o final do ano que vem

Deixe comentário

× Fale com a Showtime