Pazuello ganha cargo na Secretaria-Geral do Exército em Brasília

O ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, exonerado há um mês, voltará para Brasília. O presidente Jair Bolsonaro publicou no Diário da Oficial desta sexta-feira (23) que o general da ativa assumirá um cargo na Secretaria-Geral do Exército. A nomeação permite que ele saia de Manaus, onde estava lotado, e se fixe na capital federal, deixando seu posto na 12ª Região Militar, no Amazonas.

Pazuello será o principal alvo da CPI, que investigará possíveis omissões do governo federal no combate à pandemia de covid-19.

Pela terceira vez em menos de um ano, Bolsonaro decidiu trocar o comando do Ministério da Saúde. Pressionado por falhas na gestão na pandemia de covid-19, principalmente pelo ritmo lento na vacinação, e pelo bloco do centrão, Pazuello deixou o cargo no dia 15 de março. Antes dele, ocuparam o posto os médicos Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime