Ocupação de leitos de UTI salta de 79% para 85% em SP

A lotação de UTIs em São Paulo mostra que o país pode já estar vivendo a terceira onda da Covid-19. Segundo levantamento do SindHosp (sindicato dos hospitais, clínicas e laboratórios paulistas), a ocupação dos leitos saltou de 79% para 85% na última semana.

NO LIMITE 
A pesquisa ouviu 90 hospitais do estado entre 11 e 17 de maio. Dos respondentes, 39% afirmam ter entre 91% e 100% de seus leitos de UTI ocupados por pacientes infectados pelo coronavírus. No levantamento anterior, de 30 de abril, 79% dos hospitais registravam um índice de 80% de suas UTIs ocupadas.

O BÁSICO 
O SindHosp ainda aponta que a reposição de estoques do chamado “kit intubação” ocorre em ritmo lento. Entre os hospitais privados ouvidos, 58% dizem ter medicamentos suficientes para um período de dez a 15 dias, 34% para 15 dias e 24% para dez dias.

DOMINÓ 
A alta de casos de Covid-19 identificada na primeira semana de maio já havia acendido a luz amarela no governo de SP: o índice resulta em aumento de hospitalizações. Logo depois, de internações em UTI e, fatalmente, mais mortes.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime