Obra da primeira fase da Linha Verde pode custar até R$ 84 milhões

O governo Felicio Ramuth (PSDB) lançou nessa quinta-feira o edital da licitação que irá definir a empresa responsável pela primeira fase da obra viária da Linha Verde.

Essa primeira etapa terá 14,5 quilômetros de extensão, partindo da Estrada do Imperador, na região sul, até a Rodoviária Nova, na região central. É por essa nova via que irá circular o VLP (Veículo Leve sobre Pneus).

As propostas serão recebidas no dia 17 de fevereiro. O valor máximo é R$ 84,24 milhões. Desse total, R$ 30 milhões virão do governo estadual e os R$ 54,24 milhões restantes serão custeados pelo município.

Essa etapa da obra tem prazo de execução previsto para 18 meses. Em outra etapa, a será lançada uma licitação para a contratação dos serviços de inteligência semafórica e de catracas eletrônicas nas estações de embarque e desembarque da Linha Verde.

PROJETO.

A Linha Verde, que terá ao todo 20 quilômetros, vai interligar as regiões sul e leste.

O projeto utilizará 31% da faixa pertencente à ISA CTEEP (Companhia Paulista de Transmissão de Energia Elétrica). Pelas áreas, de cerca de 400 mil metros quadrados, o município vai pagar aproximadamente R$ 60,9 milhões, entre entrada (R$ 7,1 milhões) e isenção de cinco anos de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) para a empresa de energia, referente ao período de 2019 a 2023.

Licitação para compra de 12 VLPs vai completar um mês de paralisação no TCE

A licitação para a compra de 12 VLPs para o projeto da Linha Verde completará nesse fim de semana um mês de paralisação. A empresa responsável pelo serviço seria definida em dezembro, mas o pregão foi adiado por tempo indeterminado por determinação do TCE (Tribunal de Contas do Estado), após o Observatório Social de Jacareí impugnar o edital. Cada VLP terá 23 metros de comprimento e capacidade para 195 passageiros. A compra poderá custar até R$ 35 milhões. O edital prevê que os veículos fiquem prontos em até 18 meses. O governo Felicio teme que a paralisação atrase a implantação da nova concessão do transporte público, prevista para o início de 2021.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime