Mundo tem mais de 35 milhões de casos de covid-19, diz universidade

O número de pessoas infectadas pelo coronavírus ultrapassou 35 milhões em todo o mundo nesta segunda-feira (5), de acordo com a Universidade Johns Hopkins, com os Estados Unidos liderando com 7,4 milhões de casos.

De acordo com a contagem, o número de mortos pela covid-19 chegou a 1,037 milhão, também com os Estados Unidos liderando na contagem, com 210 mil mortes.

Nos Estados Unidos, a atenção está voltada para a saúde do presidente Donald Trump, e em algumas áreas, como Nova York, o fechamento de todas as atividades não essenciais, inclusive centros educacionais, têm sido propostos devido à persistência do doença.

Em número de infectados, os Estados Unidos são seguidos pela Índia, que tem 6,5 milhões de casos; Brasil, com quase cinco milhões de contágios e Rússia, com 1,2 milhão. Entre os países membros da União Europeia (UE), a Espanha continua liderando as infecções com quase 790 mil casos.

Em número de mortes, depois dos Estados Unidos está o Brasil, com 146 mil óbitos, que continua no epicentro da pandemia, embora as autoridades afirmem que as curvas de contágio e mortes começam a cair. São Paulo, o estado mais populoso e rico do país, ultrapassou um milhão de infecções no sábado (3).

Em terceiro lugar, com 101 mil mortes, está a Índia, país que ultrapassou 100 mil mortes por coronavírus no final de semana, embora as autoridades insistem que, por se tratar de uma população de 1,35 bilhão de habitantes, a taxa de mortes é uma “das menores do mundo”.

Depois da Índia está o México, com 79 mil mortes. Na Europa, o Reino Unido continua sendo o país com maior número de óbitos, com 42 mil. Na Espanha, 32 mil pessoas morreram até agora, de acordo com a contagem de Hopkins.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime