MP abre inquérito para apurar possíveis irregularidades em obra de parque linear

O Ministério Público instaurou inquérito para apurar possíveis irregularidades na obra do parque linear do Campos Elíseos, em Taubaté.

A obra está embargada pela Cetesb desde junho, por intervenção em APP (Área de Preservação Permanente), o que rendeu uma multa à Prefeitura.

A denúncia ao MP foi feita por um grupo de moradores chamado ‘Somos Todos Centenários’, que atua em causas ambientais e também foi responsável pela representação à Cetesb.

Em nota, o governo Ortiz Junior (PSDB) informou que já foi notificado pela Promotoria sobre a abertura do inquérito e que “está à disposição para colaborar com esclarecimentos de quaisquer dúvidas por parte do Ministério Público”.

Sobre o embargo da obra, a gestão tucana alegou que “já enviou a documentação para a Cetesb e aguarda a emissão do desembargo”.

PARQUES.

A obra faz parte de um pacote de R$ 8,979 milhões, que prevê a implantação de seis parques lineares – os outros são nos bairros Hércules Masson, Parque São Luiz, Jardim dos Lagos, Chácara Guisard e Estoril. Iniciado em outubro de 2019, o serviço deve ser finalizado até junho de 2021.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime