Ministério da Saúde investiga caso de coronavírus no Vale

O Ministério da Saúde foi notificado sobre um caso suspeito do novo coronavírus em Lorena, no Vale do Paraíba. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (26) pela Secretaria de Estado da Saúde, que ainda apura outros 10 casos em São Paulo.

Segundo a Secretaria de Saúde, além dos sintomas respiratórios, os pacientes com suspeita da doença têm histórico de viagem ao exterior.

De acordo com a Prefeitura de Lorena, além dos sintomas respiratórios apresentados pela paciente, ela retornou dia 14 de fevereiro da Itália, onde há grande número de vítimas confirmadas da doença. A mulher é mantida em isolamento domiciliar e tem bom estado de saúde.

A Itália passa por um surto da doença e tinha, até esta quinta (27), 528 casos confirmados com 14 mortes. Trata-se do terceiro país do mundo com mais casos da doença.

O caso em Lorena é o primeiro do Vale a ser acompanhado pelos órgãos públicos e incluído na lista de monitoramento.

No Vale, até então, três casos suspeitos de coronavírus haviam sido investigados e descartados em fevereiro. Dois em São José dos Campos –mulher de 51 anos e homem de 37 anos– e um em Guaratinguetá –mulher de 76 anos.

Nesta quarta, o governo estadual anunciou a criação de um Centro de Contingência do Coronavírus, após a confirmação do primeiro caso da doença no estado.

Trata-se de um paciente do Hospital Israelita Albert Einstein, de 61 anos, diagnosticado na terça-feira (25). Ele mora na capital paulista e esteve, em fevereiro, na Itália, apresentando sintomas suspeitos, como tosse e febre.

Seguindo o fluxo oficial definido pelo Ministério da Saúde, o exame foi enviado para contraprova no Instituto Adolfo Lutz, laboratório de referência nacional para análise..

Deixe comentário

× Fale com a Showtime