Linha Verde: não há previsão para abertura de licitação da segunda fase de obras, diz Felicio

O prefeito de São José dos Campos, Felicio Ramuth (PSDB), informou que não existe previsão de quando será aberta a licitação para a segunda fase da obra da Linha Verde. “Não temos previsão. Precisamos primeiro passar o chapéu, arrumar um dinheirinho”, disse o tucano. O valor dessa etapa da obra ainda não foi divulgado.

“O que estamos tentando adiantar são os projetos, e até mesmo iniciar o processo de licenciamento ambiental, mas sem a previsão de abertura de licitação, porque a gente precisa ter recursos garantidos para isso”, completou o prefeito.

A primeira fase da obra começou em abril de 2020. Com cerca de 12 quilômetros de extensão, tem início na Estrada do Imperador (região sul) e segue até o Terminal Intermunicipal (região central). O custo é de R$ 55,832 milhões, sendo R$ 30 milhões de aporte do governo estadual.

Já a segunda fase das obras consistirá na criação do Anel Viário Leste, uma nova via que permitirá a interligação de toda a cidade ao Parque Tecnológico, sem a necessidade de uso da Via Dutra.

Inicialmente, a intenção era abrir a licitação da segunda fase logo após a conclusão da primeira fase de obras, prevista para outubro de 2021. Mas o cronograma está atrasado, e o governo Felicio já admite que essa primeira fase de obras será concluída apenas no início de 2022.

LINHA VERDE.

Somados todos os contratos, o custo da primeira fase da Linha Verde já chegou a R$ 161,69 milhões. Além da obra, R$ 60,9 milhões devem ser gastos com a desapropriação de áreas pertencentes à CTEEP (Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista), que somam cerca de 400 mil metros quadrados. Os 12 VLPs (Veículos Leves sobre Pneus), encomendados à BYD do Brasil, custarão R$ 34,732 milhões, e serão pagos mais R$ 4,36 milhões à Nansen Instrumentos de Precisão pelos equipamentos que serão usados para recarregar as baterias dos veículos. Além disso, a Urbam (Urbanizadora Municipal), estatal controlada pela Prefeitura, receberá R$ 5,867 milhões para fazer a supervisão da obra e também a supervisão ambiental do projeto Linha Verde.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime