Isolamento despenca no Vale: São José e Taubaté ficam abaixo de 50%

A taxa de isolamento social despencou no Vale do Paraíba nesta quarta-feira (22), segundo dados divulgados pelo Simi (Sistema de Monitoramento Inteligente), do governo estadual.

São José dos Campos e Taubaté caíram para 48%, nível considerado baixo pelo Estado e que coloca em risco a contenção do novo coronavírus. Jacareí caiu para 50% e ficou no nível mínimo para combater a disseminação da doença.

No geral, todas as 11 cidades monitoradas na região diminuíram o índice na quarta, após feriado prolongado. No estado, a taxa caiu para 48%.

Os outros oito municípios do Vale na lista ficaram entre as 20 cidades do estado com as maiores taxas de isolamento, ainda que com queda em seus índices.

O Simi analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social.

MELHORES.

São Sebastião e Ubatuba lideram o ranking estadual, com 62% e 61%, respectivamente. Lorena e Cruzeiro empatam com Itanhaém, todas com 60%.

A taxa acima de 60% é considerada um nível adequado para a contenção do coronavírus, ainda que o índice ideal seja 70%.

Pindamonhangaba e Caçapava ficaram com 56% e Caraguatatuba, com 55%. Guaratinguetá registrou 53%.

Os dados analisados pela central de inteligência do Estado podem apontar em quais regiões a adesão à quarentena é maior e em quais as campanhas de conscientização precisam ser intensificadas, inclusive com apoio das prefeituras.

O sistema analisa a taxa de isolamento, diariamente, das 104 maiores cidades de São Paulo, com mais de 70 mil habitantes.

Nesta quinta-feira (23), o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que poderá rever as regras da ‘quarentena heterogênea’ após 10 de maio em cidades com taxa de isolamento inferior a 50%.

Se não tivermos taxa superior a 50%, poderemos rever a decisão da etapa que sucede a quarentena, após 10 de maio. É importante as pessoas ficarem em casa e seguirem a recomendação da saúde.”

“Não podemos fazer flexibilização se índice não for mínimo de 50%. É possível superar esse índice. Cidades onde a população está respondendo bem e positivamente, estas certamente serão atendidas pelo programa de flexibilização após o dia 10. Cidades que não estão atendendo, teremos outro comportamento”, afirmou o governador.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime