Estudo mostra que vacinas podem proteger contra variante brasileira

As vacinas existentes contra a covid-19 podem proteger contra a variante brasileira do coronavírus, de acordo com um estudo da Universidade de Oxford que examinou o impacto dos anticorpos induzidos naturalmente e pelas vacinas em diferentes variantes do vírus.

Dados iniciais da pesquisa indicam que os anticorpos produzidos naturalmente pelo corpo e pelas vacinas ainda podem neutralizar a variante amazônia. Mas, o proteção acontece em menores níveis.

O importante é que a P.1, como é chamada a mutação de Manaus, pode ser menos resistente aos anticorpos do que se temia inicialmente. Significa que as pessoas que receberam a vacina ou que já foram infectados pela covid-19, pelo menos por um período, estariam mais protegidos também contra a cepa.

Epidemiologista acreditam que a variante brasileira é apontada está entre os fatores que contribui para aumento nos casos e mortes no Brasil. E a comunidade científica está preocupada sobre a resistência da variante às vacinas.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime