Dirigentes do PL discutem filiação de Bolsonaro nesta quarta-feira

Presidente do PL (Partido Liberal), Valdemar Costa Neto se reúne nesta quarta-feira (17), às 15h, com os líderes regionais da legenda para discutir a filiação do presidente Jair Bolsonaro no partido. A reunião vem depois de um desentendimento entre o chefe do Executivo e o presidente da sigla, que resultou no cancelando do evento de filiação, que estava previsto para o dia 22 deste mês.

Os impasses sobre a filiação surgiram por causa do apoio do PL à candidatura de Rodrigo Garcia, atual vice-governador de São Paulo, ao posto de governador do estado na eleição do ano que vem. Bolsonaro quer que o partido apoie o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas. Além disso, o atual governador de São Paulo, João Dória, está na disputa para ser o candidato do PSDB à Presidência em 2022.

Conversas com o Progressistas

Questionado sobre manter o diálogo com outros partidos até que o impasse seja sanado, o presidente admitiu que continua conversando com o Progressistas (PP). “O PP ainda me quer lá. Depois que apareceu essa notícia falsa de troca de farpas entre o Valdemar, conversei com o Ciro [Nogueira], com o Fábio Faria, com o Rogério Marinho, pessoas que estão lá no Brasil ajudando a conduzir.”

“A possibilidade existe. Como eu disse pra você, eu tenho um limite. O Republicanos também continua conversando comigo agora depois desse caso”, completou. Ainda assim, a expectativa é continuar com o acordo junto ao PL.

Em Manama, capital do Bahrein, onde participa da inauguração da embaixada brasileira no país, o presidente confirmou, na terça-feira (16), que houve uma troca de mensagens com Costa Neto. Eles decidiram adiar a filiação até que o PL desvincule o apoio a Garcia, que é o vice de João Doria.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime