Conta de luz: reclamações sobem na pandemia e passam de 36 mil em SP

Mais de 36 mil reclamações por cobrança indevida na conta de luz foram registradas pelo Procon-SP desde o início do ano até o dia 12 de julho contra a Enel. A empresa é responsável pela distribuição de energia em 24 municípios da Grande São Paulo, incluindo a capital.

Foram, ao todo, exatamente 36.754 reclamações no período. No mês de janeiro foram registradas 680 reclamações. O número caiu para 572 em fevereiro, e seguiu em queda para 552 no mês de março. Em abril, começou a disparada, com 614 queixas, número que subiu para 876 em maio. Em junho, o número de reclamações registradas foi mais de dez vezes maior: 10.747. Em julho, as queixas mais que dobraram. Foram 22.713 até dia 12.

Em nota, a Enel Distribuição São Paulo informou que foi multada pelo Procon-SP e que analisará o conteúdo para adotar as medidas cabíveis. A companhia disse ainda que tem prestado todos os esclarecimentos necessários ao órgão.

Uma força tarefa conjunta entre Enel São Paulo e Procon foi criada para dar velocidade no tratamento das reclamações e, em todas que já foram avaliadas até o momento, não houve constatação de erro no processo de faturamento e cobrança da distribuidora.

Leitura
A empresa informa que implementou a leitura pela média de consumo por conta do avanço da pandemia do novo coronavírus. A medida foi autorizada pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). Em junho, a leitura presencial foi retomada para cerca de 80% dos medidores. Em julho, todos os equipamentos de medição serão lidos normalmente .

A diferença entre o valor médio dos últimos meses e o real consumo de energia está sendo lançada nas contas de luz enviadas após a retomada da leitura presencial.

Para os imóveis que estavam fechados e clientes comerciais que consumiram menos do que o que foi cobrado pela média, todos os créditos correspondentes serão disponibilizados aos clientes.

Parcelamento
A companhia informa também que disponibilizou para todos os clientes a opção de parcelamento da conta, sem juros, em até 12 vezes na fatura ou no cartão de crédito. O parcelamento é uma alternativa, principalmente, para os clientes que receberam a conta com valor maior em junho, após a retomada da leitura presencial dos medidores.

Para realizar a negociação, os clientes podem acessar o Portal de Negociação (https://portalnegociacao.eneldistribuicaosp.com.br/#/home) ou o aplicativo (https://www.eneldistribuicaosp.com.br/atendimento/aplicativo-enel). Também é possúvel entrar em contato pela Central de Atendimento (0800 72 72 120) disponível 24 horas por dia ou pelo WhatsApp das lojas de atendimento: (11) 94053-9491.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime