Conselho da RMVale diz que PDUI começa em 2020

No papel há cinco anos, o PDUI (Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado) deve ter seu primeiro passo até junho deste ano.

A previsão é do atual presidente do Conselho da RMVale, Vitor de Cássio Miranda, Vitão (PSDB), de Paraibuna.

Segundo ele, a primeira medida para a criação do PDUI deve ser a contratação, por meio de certame, de uma série de profissionais que devem atuar na estruturação do plano de desenvolvimento. A admissão deve incluir arquitetos, engenheiros e advogados. As primeiras ações também podem abranger a realização de parcerias com universidades.

“Estamos aguardando o sinal verde do governo, houve já uma sinalização no orçamento, já está previsto o recurso”, afirmou Vitão. “Meu mandato deve findar no meio do ano, a vontade nossa é que dê início para que o próximo presidente possa concluir”, continuou.

Os primeiros passos do PDUI também devem ser seguidos de uma sequência de audiências para debate do planejamento regional.

O secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, afirmou que o aporte deve ocorrer em breve.

“A partir de agora a gente começa a trabalhar essas liberações, muito em breve a gente tem, mês de fevereiro”, cravou Vinholi. O PDUI deve custar mais de R$ 4 milhões.

Considerado prioritário para a Agemvale (Agência Metropolitana do Vale do Paraíba) e para a RM, o Plano de Desenvolvimento Urbano deve definir diretrizes, projetos e ações para orientar o desenvolvimento de projetos na região..

Deixe comentário

× Fale com a Showtime