Compras de Natal lotam centros de comércio popular de São Paulo

Os principais centros de comércio popular da cidade de São Paulo têm movimentação intensa nesta época de compras de Natal. Comerciantes, ambulantes e consumidores lotam as ruas em meio à pandemia e recomendações de isolamento social.

Com máscara sobre o rosto e usando álcool gel, trabalhadores se protegem enquanto tentam reverter o prejuízo financeiro provocado pelo fechamento do comércio. “Ainda mais pra gente que tem filho, a coisa aperta”.

“Meu marido também foi mandado embora na pandemia, então foi difícil. Todos nós temos medo, mas a gente precisa muito trabalhar”, diz outra vendedora, que lamenta a falta de cuidado de muitos consumidores. “A gente vê muita gente sem máscara, usando só a parte de baixo, não usa álcool”.

Plano São Paulo
Todo o estado regrediu para fase amarela do Plano SP no dia 1 de dezembro, um dia após o segundo turno das eleições municipais por causa, principalmente, do aumento do número de internações por covid-19.

Desde sábado, estão valendo novas medidas de restrição no comércio para tentar de frear o aumento de casos e mortes. O comércio pode ficar aberto até as 22 horas, com a permissão para funcionar até 12 horas por dia, com 40% de taxa ocupação. Os bares devem fechar as portas até as 20 horas.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime