Com bloqueios em estradas, litoral de SP quer barrar turista na Páscoa

As cidades do litoral de São Paulo vão manter e reforçar a fiscalização nas entradas dos municípios para evitar a entrada em massa de turistas no feriadão da Páscoa.

Os bloqueios acontecem desde a penúltima semana de março, antes mesmo do início da quarentena no estado, no dia 24. Após isso, as cidades vetaram também o uso das praias e, parte delas, das calçadas ao longo da orla.

Guardas municipais têm impedido a entrada de pessoas que não estão em veículos com placa das cidades da Baixada. Em linhas gerais, são barradas pessoas que não conseguem provar que elas ou parentes próximos residem no litoral, que trabalham na região ou que estão fazendo algum trabalho específico relacionado a serviços essenciais, como supermercados. Os que não preenchem nenhum desses requisitos são orientados a voltar.

A decisão de iniciar bloqueios foi tomada em reunião entre os nove prefeito da região, que formam o Comitê Metropolitano de Contingenciamento. Eles pedem ainda que o governo do estado de São Paulo ajude no trabalho a partir desta quinta-feira (9) fazendo uma ação nas praças de pedágio do Sistema Anchieta-Imigrantes para conter o fluxo de turistas. Isso porque parte das cidades do litoral possuem diversos acessos ao longo das rodovias, tornando muito difícil um bloqueio total das rodovias, considerando que elas também são usadas pelos moradores locais para locomoção.

As cidades pediram ainda reforço da PM ao trabalho das guardas metropolitanas e das companhias de trânsito.

Na tarde desta quarta-feira (8), o governo de São Paulo informou ao R7 que os decretos assinados pelo governador João Doria não restringem o direito de ir e vir, num indicativo de que não realizará bloqueios nos pedágios. “Mas, como o Governo de São Paulo informa diariamente, a população deve ficar em casa e respeitar o isolamento social”, diz o governo. Ainda segundo o Palácio dos Bandeirantes, “aos municípios não cabe atuar de forma isolada”.

Procurada, a PM não informou até a conclusão desta reportagem se irá auxiliar na fiscalização feita pelas prefeituras.

Já a concessionária Ecovias informou que colocará avisos nos letreiros orientando os motoristas a não viajarem, entre outras mensagens.

Veja abaixo algumas das ações divulgadas pelos municípios:

Guarujá

Até a última segunda-feira (6) foram 4.997 veículos bloqueados, e a fiscalização será reforçada durante a Páscoa, segundo a Prefeitura. Ao todo, são sete bloqueios que funcionam 24 horas e estão montados tanto nas entradas da cidade, ao longo da Rodovia Cônego Domênico Rangoni, quanto nas saídas das travessias de balsas de Santos e Bertioga.

Os motoristas que se recusarem a retornar estão sujeitos a terem seus veículos removidos ao Pátio Municipal, podendo ser conduzidos ao Distrito Policial para lavratura de boletim de ocorrência, por violações ao Código Penal e ao Código de Trânsito Brasileiro. A fiscalização está a cargo de mais de 100 agentes.

Santos

A operação de controle de acesso à entrada de Santos é realizada desde o dia 23 de março pela Guarda Municipal e pela Companhia de Engenharia de Tráfego em três pontos próximos à entrada da cidade pela Via Anchieta. Até terça-feira (7) foram abordados 3.845 veículos abordados e 116 retornaram a suas cidades.

São Vicente

A Setrans (Secretaria de Trânsito e Transportes) realiza fiscalização nas entradas da cidade principalmente nos finais de semana com o objetivo de evitar o chamado turismo de um dia. Durante a ação os motoristas são orientados sobre a necessidade do isolamento social. Também são informados sobre a interrupção dos serviços de hotéis, pousadas e afins, restrição às praias e fechamento do comércio, entre outros.

Mongaguá

A Guarda Municipal continua fazendo rondas periódicas na entrada da
cidade e registrou uma queda significativa do movimento nas estradas. A administração municipal está promovendo, aos finais de semana, na entrada do município (divisa com praia Grande), forças-tarefas de conscientização e prevenção em relação ao coronavírus.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime