Chuva alaga ruas e provoca caos no transporte em São Paulo – Showtime Rádio
Av. Dr. João Guilhermino, 261 - 2º Andar - CJ.23
Metropolitan Offices - S.J. dos Campos/SP
WhatsApp: (12) 99717-3209
Email:ouvinte@showtimeradio.com.br
MÚSICA DE QUALIDADE E JORNALISMO
COM RESPONSABILIDADE!
Telefones
(12)3936-4040
(12)3307-5689
(12)3923-3610
(12)3207-6238
(12)3307-5675

Autoridades pedem que as pessoas evitem sair de casa

Chuva alaga ruas e provoca caos no transporte em São Paulo

As fortes chuvas que atingem a cidade de São Paulo desde a noite de domingo causaram alagamentos e quedas de árvores na madrugada e manhã de hoje. Trechos de vias importantes como as marginais Pinheiros e Tietê ficaram alagados e foram interditados. Por volta das 9h30, eram 56 pontos de alagamentos, sendo 51 intransitáveis, de acordo com a última atualização do CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências).

A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) começou o dia com operação parcial nas linhas 8-diamante e 9-esmeralda. O metrô opera normalmente. O rodízio municipal de veículos está suspenso para carros e caminhões.

Segundo dados dos Bombeiros, entre a meia-noite e às 6h45, hora da última atualização, a capital tinha 320 acionamentos para enchentes, 47 para quedas de árvores e 36 para desabamentos. Uma pessoa ficou ferida num desabamento em Pirapora de Bom Jesus. Marcos Palumbo, capitão da corporação, aconselhou que as pessoas evitem sair de casa.

“Pedimos para as pessoas fiquem em casa, não é o momento para deslocamentos”, afirmou também o secretário estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido, em entrevista ao Bom Dia São Paulo, da TV Globo.
Trânsito acima da média e pontos de alagamento
De acordo com a CET (Companhia de Engenharia e Tráfego), a cidade registrava 94 km de congestionamento às 9h50.

As marginais têm pontos de alagamento na altura das pontes das Bandeiras, Jaguaré, Ari Torres, Cidade Jardim, Limão, Piqueri e Casa Verde. A pista local da marginal Pinheiros na altura da ponte Engenheiro Roberto Rossi Zuccolo, no sentido Castelo Branco, na zona sul, está interditada.

Também há trechos alagados nas avenidas Roberto Marinho, Santo Amaro, Marquês de São Vicente, 9 de Julho e no túnel Paulo Autran. Os bairros do Butantã, Ipiranga e Peru estão em estado de alerta.

De acordo com o Penido, a chuva na madrugada e na manhã de hoje excedeu o limite do sistema de drenagem da capital. “Num período curto de três horas choveu 50% do que era esperado para todo o mês de fevereiro. O sistema funcionou até o limite, mas a chuva veio acima da capacidade. Temos de cuidar das emergências para evitar danos maiores”, declarou.
Transporte público
Na linha 8-diamante os trens não estão circulando entre as estações Comandante Sampaio e Itapevi. A circulação entre as estações Júlio Prestes e Comandante Sampaio está sendo realizada normalmente.

Na linha 9- esmeralda a circulação está interrompida entre as estações Osasco e Santo Amaro. A circulação entre as estações Grajaú está sendo realizada normalmente.

Todas as linhas do metrô operam normalmente.
Situação nas rodovias
Na rodovia dos Imigrantes, o tráfego está congestionado do km 63 ao km 65, no sentido litoral. No sentido São Paulo, há filas do km 70 ao km 65 devido a um alagamento e do km 20 ao km 14 por excessivo de veículos.

A rodovia Castello Branco tem trânsito lento no sentido capital com tráfego lento em Osasco na pista Marginal entre os km 22 e 13. Há pontos de alagamento.

A Padre Manoel da Nóbrega está com tráfego parado, do km 275 ao km 276, sentido Praia Grande, devido a um alagamento. O motorista que quiser chegar à cidade, segundo a Ecovias, deve acessar a rodovia dos Imigrantes.

A rodovia Ayrton Senna tem lentidão em direção a São Paulo do km 19 ao 11 por conta de um alagamento. Há congestionamento também entre os km 25 e 23 da rodovia. Este ponto de lentidão, no entanto, segundo a Ecopistas, não tem relação com os alagamentos.

Na Régis Bittencourt, o fluxo permanece lento na pista sentido São Paulo entre o km 286 (Itapecerica da Serra) e o km 281 (Embu das Artes), devido ao alto número de veículos no trecho.

Na Fernão Dias, o trânsito continua lento no sentido São Paulo, entre o km 87 e o km 90, em Guarulhos. O motivo é o alto número de veículos no trecho.

A Anchieta tem pontos de lentidão na chegada a São Paulo do km 13 ao km 10 e do km 21 ao km 17.

Na Dutra, a pista sentido São Paulo registra tráfego lento na pista expressa entre os km 223 e 231. Na marginal, o trânsito vai do km 218 ao km 231.

Na Bandeirantes, o alagamento nas marginais Pinheiros e Tietê causou congestionamento na chegada a São Paulo (km 20 ao km 13).

O sentido capital da Anhanguera está com tráfego congestionado em São Paulo do km 16 ao km 11, reflexo dos alagamentos nas marginais Pinheiros e Tietê.

Ceagesp paralisa atividades
A Ceagesp (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo) informou que não vai operar hoje devido às fortes chuvas que causaram alagamentos em diversos pontos da região. Perdas e danos ainda não foram contabilizados.

“Todos os esforços estão sendo tomados para que a situação volte à normalidade o mais rápido possível, para o qual pedimos a compreensão e colaboração de todos”, informou a assessoria do local.

A Polícia Federal em São Paulo também informou que não haverá atendimento ao público Superintendência Regional em São Paulo por causa da chuva e dos alagamentos.

Os requerentes de passaporte com agendamento programado para a data de hoje poderão retornar até o dia 28 de fevereiro, sem necessidade de reagendar o seu atendimento, segundo a PF.

Tendência para os próximos dias
O tempo fica fechado e chuvoso hoje, segundo o CGE. Os termômetros oscilam entre 24°C no início da madrugada e 18°C no fim da noite.

Amanhã, os ventos afastam a frente fria para o litoral fluminense, porém, o céu ainda fica encoberto e com chuvisco ocasional na Grande São Paulo. A temperatura permanece em queda e a sensação será de frio. Mínima de 17°C e máxima de 21°C.

DEIXE COMENTÁRIO