O achado raríssimo se deve a escavações ilegais do proprietário do terreno, onde o busto se encontrava.

Conforme publicou o Ministério das Antiguidades do Egito em sua página no Facebook, a estátua, do faraó que governou entre 1279 e 1213 a.C., se encontrava submersa em águas subterrâneas em uma propriedade ao sul do delta do Nilo.

O dono do terreno, que chegou a ser preso devido à prática ilegal, começou as escavações secretas ainda no início deste mês.

O artefato possui mais de um metro de altura e cerca de 55 centímetros de espessura. Ele também leva o nome do faraó egípcio cravado em sua estrutura.

Ainda conforme o órgão egípcio, o busto de Ramsés seria “um símbolo de força, vitalidade e espírito” no Antigo Egito.

Fonte: Sputnik Brasil

Deixe comentário

× Fale com a Showtime