Bolsonaro é ‘político medíocre’ sem noção de limites, diz Celso de Mello

O ex-ministro decano do STF (Supremo Tribunal Federal) Celso de Mello chamou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de “político medíocre e sem noção dos limites éticos e constitucionais”. Em dura mensagem ao mandatário, que discursou a apoiadores neste feriado de 7 de setembro ameaçando ministros do Supremo, Mello ainda afirmou que Bolsonaro não está — e jamais esteve — à altura do cargo de presidente da República.

“Os discursos de Bolsonaro, em Brasília e em São Paulo, revelam a triste figura (e a distorcida mente autocrática) de um político medíocre e sem noção dos limites éticos e constitucionais que devem pautar a conduta de um verdadeiro Chefe de Estado que seja capaz de respeitar o dogma fundamental da separação de poderes!”, criticou Mello, em nota.

“Na realidade, Bolsonaro é um político que não está, como jamais esteve, à altura do cargo que exerce, pois lhe faltam estatura presidencial e senso de estadista!!!”, completou.

Mello prossegue e afirma que Bolsonaro degradou-se ainda mais em sua condição de presidente e que os discursos revelam que Bolsonaro não se envergonha de “desrespeitar e vilipendiar o sentido essencial das instituições da República”.

O ex-ministro finaliza a nota afirmando que a reação aos discursos de Bolsonaro só podem ser uma: a insurgência de cidadãos, com a ajuda dos Poderes Legislativo e Judiciário, contra “excessos governamentais e o arbítrio dos governantes indignos”.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime