Autonomia facilita busca de inflação baixa, diz Banco Central

O BC (Banco Central do Brasil) comemorou a aprovação do projeto de autonomia à instituição na Câmara dos Deputados. Na quarta-feira (10), os parlamentares analisaram os destaques à proposta e enviaram o texto para sanção presidencial.

“Essa mudança é o resultado de um longo processo de amadurecimento institucional, onde os benefícios de um banco central autônomo, transparente e responsável foram ficando claros para a sociedade”, diz a nota do BC.

De acordo com o banco, a autonomia está associada a médio e longo prazo a níveis mais baixos e mais previsíveis de inflação, sem prejudicar o crescimento econômico. “As evidências também indicam que a maior autonomia do Banco Central contribui para a estabilidade do sistema financeiro.”

No Brasil, ao longo dos últimos 25 anos, tanto a inflação quanto as taxas de juros convergiram gradualmente para níveis que refletem o aumento da credibilidade da política monetária.

A instituição afirma que a sanção garantirá maior credibilidade ao BC e “facilitará a obtenção de inflação baixa, menores juros estruturais, menores riscos e maior estabilidade monetária e financeira”.

O BC explica que as prioridades da instituição passam a ser, após a aprovação da autonomia, estabilidade de preços, eficiência do sistema financeiro e o fomento ao pleno emprego.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime