Após dois casos de ‘falsa vacinação’, Jacareí adicionará servidores para checagem de imunização contra a Covid-19

Após registrar dois casos ‘falsas aplicações’ de vacina contra a Covid-19, a Prefeitura de Jacareí listou providências que deve tomar para evitar que o problema se repita no município. As medidas incluem, por exemplo, a adição de um servidor para checagem do protocolo na campanha.

De acordo com a Secretaria de Saúde, ao lado de cada vacinador será colocado um profissional da administração para conferir a observação de todo o protocolo de vacinação e esclarecer dúvidas de moradores. A decisão foi tomada após reunião técnica depois do ocorrido neste sábado (27).

Segundo o município, devem ser chamados os cidadãos atendidos pela auxiliar que realizou a falsa vacinação no sábado para investigação do ato, por foto ou vídeo e, caso apurado que eles que não foram vacinados, devem ser imediatamente. Em caso de dúvida, uma nova dose do imunizante deve ser aplicada dentro do período de 15 dias, e a segunda 21 dias depois.

As providências anunciadas pelo município incluem ainda novos treinamentos do pessoal contratado temporariamente para a campanha, de modo que as aplicações nessa segunda devem ser realizadas exclusivamente por profissionais da rede pública.

FALSA VACINAÇÃO.

O primeiro caso de falsa vacinação foi registrado no município no dia 19 de março, quando a profissional da saúde perfurou a pele de uma idosa de 74 anos, mas não injetou o imunizante. Ela havia sido contratada temporariamente e foi demitida. A situação, contudo, se repetiu com outra auxiliar de enfermagem neste sábado. Ela também havia sido contratada de forma temporária e foi afastada.

Ambos os casos foram encaminhados para investigação policial. Durante investigação do primeiro ato, policiais civis chegaram a apreender itens pertencentes à Santa Casa na residência da profissional de saúde.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime