‘A democracia prevaleceu’, diz Joe Biden em discurso de posse

O novo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou em sua posse nesta quarta-feira (20) que sua vitória nas eleições americanas, em novembro de 2020, foram, na verdade, o triunfo da democracia.

“Hoje é um dia de esperança. Hoje nós celebramos o triunfo não de um candidato, mas o de uma causa, a causa da democracia.”

Segundo Biden, a democracia é preciosa e mais uma vez prevaleceu. “A vontade do povo foi respeitada.”

“Nós vamos seguir adiante porque temos muito a fazer nesses tempos de perigo. Há muito a ser construído e temos muito a ganhar.”

O 46° presidente norte-americano afirmou que sua alma toda está nessa posse e sua intenção é juntar o país, unir a nação. “Peço que cada americano se junte a mim nessa causa.”

Em sua visão, as forças contra a democracia são grandes, por isso é essencial buscar união. “Vamos começar tudo de novo, vamos começar a ouvir um ao outro de novo, demonstrar respeito de um para o outro. A polícia não precisa ser o fogo, que destrói tudo em seu caminho. Precisamos rejeitar a cultura em que fatos são manipulados”, declarou, recebendo aplausos da plateia.

“Nós temos que ser diferentes do que isso, e acredito que a América é tão melhor do que isso.”

Ele citou a invasão ao Capitólio por apoiadores de Donald Trump, que ocorreu no dia 6 de janeiro, e prometeu que isso não voltará a acontecer nunca.

Biden agradeceu quem votou nele e falou também diretamente com quem não o apoiou. “O direito de discordar em paz é a maior força desse país. Mas isso [a discordância] não precisa levar à desunião. Eu serei o presidente de todos os americanos. Vou lutar por todos.”

O novo líder afirmou também que o país sairá dessa pandemia de covid-19 mais unido, e que fará tudo para vencer a doença.

Biden pediu um minuto de silêncio às vítimas da covid-19. “É hora da coragem, há muito a fazer. Eu prometo a vocês que vamos domar essa crise e fazer nossas obrigações para levar um mundo melhor a nossos filhos.”

Em seu discurso, ele prometeu defender a constituição do país e reforçar a história americana de esperança, decência, dignidade, amor e bondade. “Que esse seja a nossa inspiração e que as próximas gerações nos digam que fizemos o que precisava ser feito.”

Antes da posse
A cerimônia de posse contou também com a participação das cantoras Lady Gaga, que interpretou o hino dos Estados Unidos, e Jennifer Lopez.

Com uma agenda lotada durante todo o dia, Biden arranjou tempo para tuitar logo após a saída de Donald Trump. Ele afirmou que hoje é “um novo dia na América”.

Trump, em seu discurso, pouco depois de deixar a Casa Branca, afirmou que torceria pelo sucesso de Biden e declarou também que voltaria à política. Em sua despedida, disse “até breve”.

Primeiras ações

Em suas primeiras horas como presidente, Joe Biden planeja assinar inúmeros decretos executivos para o combate à pandemia de covid-19 e derrubar algumas das decisões mais controversas de seu antecessor, como a retirada do país do acordo climático de Paris.

De acordo com assessores do novo presidente americano, ele assinará 17 ações executivas depois de tomar posse.

INTERNACIONAL
Cidade da Índia comemora posse de Kamala como vice dos EUA
As ações incluem a obrigação de uso de máscara em propriedades federais e o processo de reingresso dos Estados Unidos no acordo climático de Paris. Ele também pretende reatar os laços do pais com a OMS (Organização Mundial de Saúde).

Entre uma série de ordens que tratam da imigração, Biden vai revogar a declaração de emergência de Trump que ajudou a financiar a construção de um muro na fronteira com o México e acabar com a proibição de viagens em alguns países de maioria muçulmana.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime