45% da classe C têm preferido comprar pela internet durante pandemia

Uma pesquisa realizada pelo Ibope Inteligência e encomendada pelo Facebook IQ aponta que, devido ao isolamento social imposto pela pandemia, 45% consumidores da classe C têm preferido fazer compras pela internet em detrimento de lojas físicas.

Do total de respondentes, 62% deste público fez compras online em supermercados pela primeira vez, 44% usam a internet para fazer compras em supermercado pelo menos uma vez por semana.

Além disso, a fim de evitar shoppings, feiras e centros comerciais lotados, 67% afirmaram que farão compras pela internet para o Natal.

Outros 48% disseram que priorizariam compras online sempre que houver essa possibilidade, o que indica que o consumo pela internet pela classe C deve se consolidar mesmo após a reabertura completa da economia.

“A classe C incorporou as compras online em sua rotina, em um movimento sem precedentes e irreversível”, afirmou o diretor-geral do Facebook no Brasil, Conrado Leister. “Ao identificar uma boa experiência digital, o consumidor escolheu permanecer online, adaptando suas necessidades de compra para cada ocasião.”

Para o especialista, mais do que nunca, é de suma importância que as empresas otimizem suas plataformas e garantam ao consumidor uma boa experiência digital. “Quanto menos fricção no processo de compra, melhores os resultados – tanto para pequenos quanto para grandes empreendimentos.”

A pesquisa Ibope contratada pelo Facebook IQ foi feita com 1.500 pessoas pela internet. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa usou as diretrizes da classe C estabelecidas pela Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa (Abep). A renda média familiar mensal para classe C considerada na pesquisa está na entre R$1.750 e R$3.085.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime