Litoral de SP adota barreiras para evitar turistas durante ‘megaferiado’

As cidades da Baixada Santista, no litoral de São Paulo, estão adotando medidas de restrições para impedir que turistas venham para a região durante o ‘megaferiado’ na capital paulista. Os municípios pediram apoio ao Governo do Estado de São Paulo e reforçaram os bloqueios nas entradas de cada cidade. A região decidiu não antecipar os feriados de Corpus Christi e da Consciência Negra para esta semana.

Em Santos, a Guarda Civil Municipal (GCM) e a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informam que a operação de controle de acesso à Cidade será realizada 24 horas por dia neste feriado prolongado e voltada estritamente a turistas – veículo com placas de cidades de fora da Baixada Santista.

Os pontos de controle de acesso foram instalados no Elevado da Alemoa e na Nossa Senhora de Fátima com Ana Santos, fiscalizados pela CET, porque passam muitos caminhões. A GCM permanecerá no ponto de controle de acesso da Martins Fontes, no Saboó. O trabalho conta com o apoio da PM. Já nas balsas, o controle será feito pela Prefeitura de Guarujá.

O critério para parar os carros durante o bloqueio são as placas que não são da cidade, nem da região. Durante a conversa com essas pessoas, quando ficar configurada a vinda para a cidade a passeio, o motorista é orientado a retornar para a sua cidade. Essas medidas continuarão sendo adotadas enquanto a quarentena estiver em vigor.

A Prefeitura de São Vicente, por meio da Secretaria de Trânsito e Transportes (Setrans), informou que devido à antecipação de feriados na Cidade de São Paulo montará esquema especial de bloqueio nos pontos de acesso à Cidade desta quarta-feira (16) até segunda-feira (25). A ação acontecerá na altura dos quilômetros 65 e 66 da Rodovia dos Imigrantes.

Durante a ação, os motoristas são orientados sobre a necessidade do isolamento social. Essa orientação também é repassada para quem chega de outros municípios de fora do litoral, sendo que, nesses casos, as equipes informam sobre as restrições adotadas, como interrupção dos serviços de hotéis, pousadas e afins; restrição às praias; fechamento do comércio; entre outros.

Guarujá recorreu ao Governo do Estado, pedindo autorização para ampliar a barreira sanitária de contenção de veículos de visitantes que a cidade já realiza desde o final de março. A ideia é substituir cinco dos sete pontos de bloqueio por um único, entre os Kms 2 e 3 da Rodovia Cônego Domênico Rangoni. O objetivo é garantir maior controle operacional e eficiência da fiscalização.

A instalação da barreira na Rodovia Cônego Domênico Rangoni aumentaria o poder de fiscalização do município, uma vez que os veículos nem sequer chegariam a adentrar o perímetro urbano. A medida também exigiria um efetivo menor de Guardas Civis Municipais para a fiscalização.

Desde 22 de março, são feitos bloqueios em Guarujá – cinco em acessos rodoviários e dois em travessias de balsas. Têm acesso livre apenas os veículos destinados ao abastecimento local, trabalhadores de serviços essenciais e os motoristas que apresentam comprovantes de residência no município.

Já Bertioga decretou a suspensão de atividades físicas nas praias, rios e mar. A determinação deve ser seguida conforme o decreto municipal Nº 3.380 de 19 de maio de 2020.

As atividades físicas que antes eram liberadas de segunda a quinta-feira, das 6h às 18h, estão proibidas durante o período de 20 a 25 de maio. Além dos exercícios físicos, também está proibido o acesso à faixa de areia nas praias, o acesso ao mar e aos rios e a realização de qualquer atividade, mesmo individual.

O Prefeito Caio Matheus cobrou do Governo do Estado a restrição do acesso de turistas à Cidade. Durante todos os dias do feriado, a Prefeitura irá intensificar a fiscalização e as ações de controle de acesso nas principais entradas do Município.

Megaferiado
O feriado prolongado será iniciado nessa quarta-feira (20) na capital e deverá se estender até o dia 25 de maio. A decisão do Governo de São Paulo foi baseada nas estatísticas de isolamento social do Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI-SP), que indicaram melhores taxas nos feriados e finais de semana. A expectativa é de que a população permaneça em quarentena no feriado prolongado e ajude a diminuir a transmissão do coronavírus.

Deixe comentário

× Fale com a Showtime